quarta-feira, 18 de março de 2015

Com Afeto





Nasce hoje, para o mundo, a Associação Com Afeto, ai apresentar a sua primeira iniciativa pública.
Na realidade, o projecto da Com Afeto já tem alguns anos, com outra designação, foi idealizado em 2009, teve corpo e volatilizou-se, mas a sua semente nunca pereceu.
A concretização da actividade de hoje, a meias com a Hey!Pachuco, com o apoio da CMB e dos Penicheiros, uma mãozinha da Rumo e da OUT.RA e provavelmente de mais uns amigos que ajudaram a divulgar a iniciativa, parece não apenas singela, mas quase tímida. 
Poderia haver a tentação de fazer algo em grande, a solo, solene.
Não foi esse o caminho. Não creio que o venha a ser por nossa iniciativa. Apresentamo-nos rodeados de amigos, sonhadores, fazedores, insatisfeitos com o são e com o que é. Que lutam para um futuro colectivo e melhor. E orgulhamo-nos disso.
O objectivo, a promoção de dinâmicas comunitárias em torno da aprendizagem, da descoberta, da educação visando o desenvolvimento pessoal e colectivo faz-se assim mesmo, colectivamente. 
Nascemos com a cabeça no céu e os pés na terra, rodeados de amigos, uns de longa data e outros que desconhecíamos. Tem sido, nesta última fase de lançamento um tempo de correria, desafios, descobertas. Estamos a aprender a ser, a organizarmo-nos, a clarificar formas de actuação. Estamos a criar rede, relações, parcerias, no Barreiro mas não só.
O termo "afeto" tem um triplo significado: o afeto carinho, da relação entre as pessoas, do que está afeto a um fim, a um projecto, e do que afeta, que causa diferença. Uma tripla identidade que assumimos, com todo o afeto, e assim nos apresentamos hoje, ao Barreiro e ao mundo.


Sem comentários:

Publicar um comentário