quinta-feira, 3 de abril de 2014

Sobre a avaliação

Sem me querer repetir, pois já em tempos havia dado um contributo para a questão da avaliação, aqui, sinto necessidade de regressar à questão da avaliação, agora numa perspectiva mais “operacional” e especificamente no que se refere à avaliação que recai sobre os alunos, sobre a qual a ASSOCIAÇÃODE PROFESSORES DE MATEMÁTICA emitiu um parecer.

Há apenas que esclarecer que ao referir-se a avaliação formativa, a APM o faz referindo-se aos tipos de avaliação definidos por Benjamin Bloom:

Diagnóstica: visa verificar se os alunos possuem os conhecimentos e/ou competências adequadas às aprendizagens que se encontram planeadas, sendo também por isso designada avaliação inicial

Formativa - aquela que ocorre durante e integrada no processo educativo e visa fornecer feedback ao professor e alunos sobre a forma e grau de progressão dos alunos nas suas aprendizagens, retro-alimentando o processo de ensino-aprendizagem, nas suas várias dimensões: metodologias, estratégias, conteúdos etc. É o tipo de avaliação presente na avaliação contínua.

Sumativa – tem por objectivo avaliar as aprendizagens e competências adquiridas no final de um ciclo ou unidade. Está normalmente associada a uma classificação quantitativa.


Fica aqui o muito interessante, pertinente e útil parecer cuja leitura recomendo vivamente, a vós mas também a um outro professor de matemática que ocupa o último piso de certo edifício da 5 de Outubro.... 

Sem comentários:

Publicar um comentário