segunda-feira, 24 de março de 2014

24 de Março de 1962

O dia do estudante que o fascismo quis proibir.












a história para ler aqui


Fica para memória o Fado do Dia do Estudante, com música do chamado fado triplicado. Reza assim:


I
Certo Dia do Estudante
Deu-se um caso interessante,
Ao mandado do ministro:
Mandou fechar a cantina
Com polícia em cada esquina
Sem o reitor saber disto
II
Reuniu-se a malta então
Numa grande confusão
À porta das faculdades;
A polícia então chegou
E toda a malta gozou
As muitas autoridades
III
Malta despreocupada
Que não sabia de nada
Chegou e ouviu discursos;
Ficou parada a olhar,
Sem saber o que pensar,
Gente de todos os cursos
IV
E na hora do almoço
Deu-se um caso interessante,
A polícia retirou;
O que é que havia de ser
Foram à cantina ver
Se alguma coisa sobrou
V
Houve jogos nessa tarde
No estádio da faculdade;
E entre grande animação
A polícia entusiasmada
Desatou à bordoada
E entrou na competição
VI
Convidados p’r’a jantar
Num salão do Lumiar
Lá fomos todos contentes;
Mas logo no Campo Grande
Houve porrada da grande
Só jantaram os doentes
VII
Chegou o terceiro dia
Num luto sem alegria
À espera da decisão;
Ela chegou radiante
Há o Dia do estudante
Quem quer vai, quem não quer não.

fonte

Sem comentários:

Publicar um comentário